Quando fui apanhada a roubar

Desta vez não sei ao certo que idade teria, mas quero (muito) acreditar que era nova, muito nova.

Toda a gente já roubou alguma coisa na vida. Uma pastilha, uma moeda da carteira da mãe, um namorado…

Não é bonito, não… mas há coisas que não são bonitas mas sabem bem….

Morar num bairro, mais precisamente num prédio, foi das experiências mais fixes que tive durante a minha infância. Tinha as amigas mesmo ali ao lado, montes de espaço para andar de bicicleta…

Uma vez, estava a fazer a curva com a minha mega bicicleta rosa, com pneus de esponja brancos e um cestinho a condizer à frente, quando me espeto contra um carro que estava estacionado. O alarme do carro dispara. Esbardalhei-me toda, sangrei, mas caguei na minha mega bicicleta e fui a correr para casa.
Foram dar comigo a chorar debaixo da cama dos meus pais, a gritar que não queria ser presa…….. Upside-Down Face on Apple
Agora não tenho desses problemas… O meu irmão é polícia. 😎

… às vezes era só subir as escadas e levar a almofada debaixo do braço.

Uma das vezes que estava a brincar em casa da minha vizinha reparei que ela tratava com algum desprezo os seus brinquedos, principalmente um em especial.

Era um pónei destes:

my-little-ponies-toys-1

 

Mas eu via-o assim:

my-little-ponies-toys-1.png

 

Por isso, um dia, decidi resgata-lo e levei-o para minha casa.
São e salvo.
Juro que o fiz por pena. Brinquedos não me faltavam e cleptomania não fazia parte dos meus distúrbios infantis.

Passados 3 segundos,  a minha mãe descobriu. E obrigou-me a devolvê-lo.

Tenho ideia de, na altura, não ter vergonha mas sim raiva. A minha mãe impediu-me de ajudar o pobre animal. Devia ter ligado às minhas primas, ajudavam-me de certezinha!

Enfim… se no infantário ensinassem mas é a ligar para GNR não acontecia nada disto! Quem ficava de castigo era ela!!

Desculpa Pequeno Pónei, falhei.

Nunca te esquecerei,

Amelodramática.

 

 

 

 

Se queres relembrar quando a “Carminho” me roubou o namorado clica aqui: Como conquistar um homem

Ou quando a minha mãe me roubou um sonho de infância: O que NUNCA dizer a um filho

2 pensamentos sobre “Quando fui apanhada a roubar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s